JARDIM DIGITAL W4LKER

NOTAS E IDEIAS

I, iii

criado em: 00:05

Relacionado

Nunca estamos em nós, estamos sempre além

como disse o comentarista da apresentacao, scoralick, nesse primeiro livro e parte do segundo, Montaigne tenta se aproximar de um tipo de literatura que dava licoes morais. e se aproxima muito de seneca, oq ue eu aprecio bastante. eu gosto de como ele, nesse primeiro paragrafo faz algumas voltas e crava essa frase certeira e tao importante para entender nossa condicao humana.
ele comeca dizendo dos sabios que nos pedem para estar no presente e diz que é um erro bem comum, embora talvez nao seja um erro - em um paragrafo ele vai e volta, ficando na aparente margem dos fatos mas ainda lembrando que somos seres incompletos.